10 curiosidades que provam que bois e vacas são animais sensíveis, inteligentes e sociáveis

Quando vemos a carne embalada em bandejas de plástico no mercado, nem associamos esse produto a um animal sensível, inteligente e sociável. Mas cada pedaço de carne vermelha foi uma indivíduo que queria viver livre, receber e dar amor.

Selecionamos 12 curiosidades do livro The Psychology of Cows (A Psicologia das Vacas, em tradução livre) que provam isso e vão fazer você repensar o consumo de produtos de origem animal:

1. Bois e vacas têm um paladar aguçado e podem distinguir salgado, doce, amargo e azedo. Eles evitam sabores amargos, por serem potencialmente tóxicos, e têm até suas preferências: os doces, que em geral têm alto valor calórico, e salgados.


2. Ao mesmo tempo que eles frequentemente têm medo do contato com humanos, se acalmam ao serem tocados, por exemplo, quando coçamos atrás de suas orelhas.

3. Algumas vacas que comiam comida de um carrinho em movimento iam seguindo-o e comendo, lentamente. No entanto, quando o carrinho entrou em um túnel em que não podia mais ser visto por causa do escuro, ao invés de continuarem seguindo, preferiram esperar o carrinho na saída do túnel, mostrando que são inteligentes a ponto de "prever" a trajetória do carrinho.


4. Bois e vacas são capazes de distinguir formas geométricas, cores e tamanhos.

5. Eles sabem quem são! Bois e vacas diferenciam indivíduos para formar relações sociais e apresentam diferentes reações a indivíduos familiares ou desconhecidos. Ao verem fotos de outros bovinos de diversas raças e de animais de outras espécies, eles foram capazes de reconhecer seus semelhantes, diferenciando-os de cães, ovelhas, cavalos e cabras, por exemplo. 


6. Estudos científicos indicam que bois e vacas expressam seu humor com diversos comportamentos. Por exemplo, eles demonstraram insatisfação ao serem expostos a uma caixa de madeira retangular em que um vidro os impedia de alcançar a comida. As vacas mães que são separadas de seus filhotes também deixam sinais de frustração bem claros.

7. Bois e vacas são brincalhões! Eles adoram jogar bola e correr, e brincam até mesmo com animais de outras espécies. No entanto, os bezerros afastados de suas famílias cedo e que recebem menos leite tendem a brincar menos, bem como adultos submetidos a situações negativas e de privação. Isso porque o ato de brincar é a expressão de bem-estar entre os animais.

8. Quando bois e vacas são desafiados a completar tarefas e sabem que sua performance melhora, mostram reações positivas por terem sido capazes de completar o desafio com sucesso. 


9. Bois e vacas demonstram ter "contágio emocional": eles são capazes de sentir o estado emocional de outros seres, pela perspectiva do outro indivíduo. Uma forma de empatia.

10. Bois e vacas formam vínculos emocionais fortes. Eles normalmente vivem em grupos grandes, e têm até mesmo preferência por alguns indivíduos do grupo, da mesma forma como nós temos nossos melhores amigos! Muitos desses vínculos são familiares.

11. Eles aprendem uns com os outros, socialmente, observando os demais. Por exemplo, bois e vacas que nunca pastaram começaram a pastar normalmente e mais rapidamente quando estavam em um grupo de "pastadores profissionais".

12. Bois e vacas têm personalidades diferentes. Assim como humanos e como nossos cachorros e gatos que tanto amamos, alguns indivíduos são mais calmos, e outros mais nervosos e impacientes; alguns são um pouco mais reservados e outros têm uma personalidade mais ousada.


Se você também concorda que bois e vacas estão entre os animais mais fofos do mundo, você pode fazê-los conhecer o amor e a liberdade. Para isso, basta uma mudança simples em nossos hábitos alimentares. Clique aqui para começar sua dieta vegetariana agora.